Ferramentas de acessibilidade

  • Ampliação de conteúdos 100%
  • Tamanho de letra 100%
  • Altura de linha 100%
  • Espaço entre carateres 100%
Eleições Legislativas 2024 Documentos
Alerta_Lobos
Mapa do site
Câmara de Lobos Digital
O verdadeiro serviço público informativo, interativo, desmaterializado e de proximidade com os cidadãos.
Fale connosco

O centro comunitário é uma estrutura polivalente onde se desenvolvem serviços e atividades que, de uma forma articulada, tendem a constituir um polo de animação com vista à prevenção de problemas sociais e à definição de um projeto de desenvolvimento local, coletivamente assumido.

Objetivos

  1. Contribuir para a criação de condições que possibilitem aos indivíduos, o exercício pleno do seu direito de cidadania;
  2. Apoiar as pessoas e famílias no desempenho das suas funções e responsabilidades, reforçando a sua capacidade de integração e participação social;
  3. Constituir um polo de animação gerador de dinâmicas locais;
  4. Fomentar a participação das pessoas, das famílias e dos grupos;
  5. Dinamizar e envolver os parceiros locais e fomentar a criação de novos recursos;
  6. Desenvolver atividades dinamizadoras da vida social e cultural da comunidade;
  7. Promover a inserção social de pessoas e grupos mais vulneráveis;
  8. Criar condições para responder às necessidades concretas da população;
  9. Gerar condições para a mudança.

Mensagem do Senhor Presidente da Câmara Municipal de Câmara de Lobos, Dr. Pedro Coelho

Os centros comunitários «Cidade Viva» e «Vila Viva» assumem-se, atualmente, como dois importantes polos de desenvolvimento social do concelho de Câmara de Lobos e estruturas ativas do município vocacionadas para a dinamização da solidariedade local.

Sob a coordenação da Câmara Municipal, os centros comunitários são valências sociais onde se desenvolvem ações tão diversificadas quanto as necessidades sentidas pela população. São espaços de partilha, de afetos, que desempenham um papel fundamental na criação e fortalecimento de laços de solidariedade e de amizade. São estruturas que contribuem decisivamente para o reforço da coesão social e da integração das pessoas e das famílias do Nosso concelho.

As inúmeras atividades que, ao longo do ano, decorrem na «Cidade Viva» e na «Vila Viva», refletem as políticas sociais da autarquia de Câmara de Lobos e espelham o modelo de governação municipal iniciado em 2013. Efetivamente, desde que iniciámos o atual ciclo governativo, mobilizamos todos os parceiros sociais do concelho, o movimento associativo, os agentes económicos e todas as forças vivas das nossas cinco freguesias, tendo como objetivo, por um lado, identificar os vetores estratégicos de desenvolvimento do Município e, por outro lado, lançar projetos e respostas integradas de promoção da coesão social, dirigidas a todos os estratos sociais do nosso concelho.

Hoje podemos afirmar com satisfação, que em Câmara de Lobos, existem múltiplas respostas às diferentes problemáticas sociais das nossas populações. Desde as associações sociais e cívicas do concelho, passando pelos centros paroquiais e comunitários, pelas juntas de freguesia e casas do povo, e pelos diferentes organismos tutelados pelo Governo, é inequívoco que toda a comunidade de Câmara de Lobos encontra-se empenhada e mobilizada na organização de respostas integradas, face às necessidades globais das populações, numa função de caráter preventivo e de minimização dos efeitos de exclusão social.

É neste contexto que se inscrevem as atividades dinamizadas nos centros comunitários do concelho, sendo que a criação deste Jornal visa, não só, divulgar as atividades ali desenvolvidas, mas, sobretudo, reforçar os laços com as famílias e com a comunidade.

Por fim aproveito a oportunidade para, em nome do Município que tenho a honra de representar, agradecer todo o trabalho dos nossos trabalhadores e colaboradores que, com o seu empenho e dedicação, dão VIDA a estes espaços.

Jornal_Centros_Comunitarios_CMCL3 Jornal_Centros_Comunitarios_CMCL3